Voltar

Tributário

Bancos são mais seletivos na administração de FIP

News — abril 23, 2018

Roberto Barrieu e Rafael Malheiro analisaram para o jornal Valor Econômico o rigor fiscal imposto pela Receita Federal aos fundos de private equity. Malheiro ressaltou que esse tipo de investimento pode se tornar menos atrativo devido à insegurança jurídica que se criou com as autuações da Receita Federal a administradores que não abriram quem são os cotistas não residentes. Já Barrieu destacou a rigidez dos bancos diante desse cenário que vão pedir para comprovar que o integrante da private equity não residente é efetivamente um não residente no Brasil e isso pode ser uma tendência na hora de formar o fundo.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Tributário

No Brasil, o item tributos é geralmente crítico para qualquer decisão de negócios. As autoridades tributárias ...

Saiba Mais